domingo, 19 de outubro de 2008

Jaz aqui uma pessoa incerta da segurança de seus dias, ontem tive motivos suficientes para não conter-me de alegria e pular abraçado aos meus amores, mas tive também que contentar-me a aceitar as ações de marginalizados tentando não culpa-los pelos seu atos covardes, colocando a culpa nesse sistema desigual, onde o homem não se encontra, nem se perde; se acostuma. Porém feliz de estar aqui, agora, não sei por que, sentando em frente a esta tela frenética de letras que vão surgindo descompassadas tentando exprimir-me crua e verdadeiramente, e não conseguindo.

3 comentários:

FsAsunshine disse...

uiiiiiiiiiiii colega, daqui a pouco vao te confundir com o cazuza, cause you have talent, and u know that!

*You have so much to give*

:*

Clara disse...

e a 'poetiza' aqui derrete-se nessas descompassadas palavras, arrepiando-se novamente ao reconhecer mais um de seus dons, meu Romeu...
quando digo que você é lindo, é porque você é lindo inteiro... simplesmente indizível...
indizível!(...)

Victor Manfredine disse...

ser feliz é só o que importa.
quer dizer..
fazer os outros felizes!
na veradde, dá no mesmo não é?
=]